terça-feira, 24 de novembro de 2015

Silvio Tambosi


Nasceu em Rodeio SC em 12/07/1932, filho de Luigi Tambosi e Celestina Fiamoncini Tambosi, de uma família de imigrantes italianos, tendo 15 irmãos, aos oito anos de idade acometido por tétano e desenganado por médicos e recebendo extrema unção, conseguiu vencer a doença, trabalhou na lavoura até os 18 anos, quando saí para aprender o oficio de alfaiate em Pirimbó distrito de Ituporanga, nesta época os aprendizes não tinham remuneração e pagavam pelo ensinamento, após aprendizado trabalhou em: São Paulo e Londrina onde vivenciou a época áurea do café, nesta época ganhava mais com gorjetas que com o salário, voltando para SC trabalhou em Caçador por um breve período vindo então estabelecer-se em Curitibanos na Rua Lauro Müller na casa do senhor Antpnio Giorgi, dando o nome a seu estabelecimento Alfaiataria Paranaense, em homenagem aos bons tempos que viveu no Paraná.

Estabelecido em Curitibanos recebeu apoio de outro jovem alfaiate á época, Antônio Popinhak que emprestou-lhe alguns cortes de tecido que eram pagos à medida que foram confeccionados e ainda garantindo credito junto aos fornecedores, falando a seguinte frase “ pode vender se ele não pagar eu pago”.

Casou-se com Eliúde de Almeida natural de Barracão município de Bom Retiro no ano de 1960 do casamento teve seus quatro filhos: Luiz Antonio, Carlos Nicolau, Fernando Cezar e André Silvio, trabalhou como alfaiate até meados da década de 90, onde descobriu uma nova paixão a construção civil, apostando em curitibanos em uma época não promissora empreendeu varias obras primando sempre pelo melhor feitio.

Faleceu em 05/06/2012 aos 80 anos deixando esposa, 4 filhos, 6 netos e um forte legado de honestidade, humildade e perseverança e o gosto pelo bem feito.

“Que, da obra ousada, é minha a parte feita; O por fazer é só com Deus” ( Fernando Pessoa)

Texto de André Tambosi

Nenhum comentário:

Postar um comentário